Whatsapp

55 11 98431 1335

Fale conosco

Ligue 55 11 2381 4409

Redes Sociais

Twitter icon
Facebook icon
LinkedIn icon
Google+ icon
RSS icon

Entrevista Rodrigo Castro Revista Postos de Combustíveis

Mesmo que a ideia de vender seu negócio não faça parte dos planos, saber como calcular seu valor pode fazer toda a diferença para melhorar a lucratividade. A opinião é da professora da FIA (Fundação Instituto de Administração), Liliam Sanches Carrete, que escreveu o livro Quanto Vale o Meu Negócio (Saint Paul Editora). Segundo ela, independentemente da intenção de vender ou não a empresa, todo empreendedor deve conhecer o valor real do seu negócio.

Esta avaliação permite a identificação de pontos falhos e a adoção de práticas para corrigir os erros e valorizar cada vez mais a iniciativa. Liliam destaca que o cálculo do valor de um empreendimento não pode ser feito de forma simplista. O conceito de valor inclui desde o chamado valor patrimonial (bens como imóveis, equipamentos, estoque e os pagamentos a receber, descontadas as dívidas), até a forma como os clientes percebem a empresa.

No caso dos postos revendedores, além do imóvel e equipamentos, existe o chamado fundo de comércio, que é calculado com base em algumas variáveis, como localização, histórico do empreendimento e faturamento, entre outros. Mas para a professora da FIA, outros elementos devem ser levados em consideração para se definir o real valor de um posto.

“É necessário analisar sua imagem perante os clientes e a vizinhança, a sua preocupação com a qualidade dos produtos vendidos, a preocupação com a preservação ambiental e a existência de passivos, por exemplo. Apenas para ilustrar, um posto bem localizado, que possua boa galonagem e bom faturamento, mas que tenha má imagem – já tenha sido autuado por venda de produtos fora de conformidade ou por contaminações ambientais – pode ter um valor mais baixo do que outro empreendimento não tão bem localizado, nem tão lucrativo, mas que conte com excelente imagem perante a comunidade”, explicou.

Por isso, Liliam considera fundamental que os empresários passem a ver a questão do valor com outros olhos. “Ao calcular o quanto efetivamente estas variáveis interferem no valor do negócio, o empresário consegue enxergar mais claramente sua empresa, se ela está crescendo, onde é possível programar mudanças e como valorizá-la ainda mais”, acrescentou.

A professora explicou ainda que em geral o valor de um empreendimento é calculado conforme uma fórmula tradicionalmente utilizada em finanças, denominada fluxo perpétuo. Por esta linha de avaliação, o valor de um empreendimento corresponderia a uma projeção do faturamento líquido atual da empresa. Assim, para aumentar o valor da empresa em questão, a alternativa seria adotar ações para elevar seu faturamento.

E como fazer isso? “Em primeiro lugar, percebendo onde existem falhas, e em segundo, corrigindo-as rapidamente”, orientou Liliam. A análise proposta pela professora da FIA já vem de certa forma sendo utilizada pelos empresários de revenda. Para calcular o fundo de comércio de um posto revendedor é necessário levar em consideração diversos fatores, como localização, aparência e histórico do empreendimento, além de galonagem e faturamento.

“É até impossível falar em preço médio de venda de postos, porque cada estabelecimento tem peculiaridades que podem interferir no seu valor”, disse Rodrigo Castro, CEO do Grupo Catena & Castro (www.catenaecastro.com.br), que entre outras atividades presta assessoria na implantação e comercialização de postos em todo Brasil, por meio da empresa B2CWI Postos de Combustíveis do Grupo CCRE. Segundo ele, o valor de um posto revendedor não deve ser calculado de forma rígida.

“Não é uma fórmula matemática. Embora a análise da galonagem seja importante, é necessário verificar o faturamento do posto e a margem praticada. Afinal, de nada adianta vender litros apenas pela quantidade se o resultado não é capaz de cobrir as obrigações administrativas”, explicou.

Para o corretor, o valor do fundo de comércio deve ser calculado na relação quantidade de litros vendidos X lucro. Porém, outros elementos que possam representar elevação de vendas devem ser levados em consideração: lojas de conveniência e outros serviços, público a pé que circula pelo empreendimento, contratos com distribuidora em fase final de cumprimento das obrigações assumidas, estado geral das instalações, o histórico do posto e onde o empreendimento está localizado. Outros fatores também podem contribuir para o aumento do valor de um posto revendedor.

A perspectiva de construção de outros empreendimentos na região que gerem maior fluxo de clientes é um deles. Isso significa que a construção de um shopping, supermercado, ou até benfeitorias realizadas pelo órgão público nas imediações do posto podem valorizar o empreendimento.

“Uma simples mudança no sentido do tráfego pode alterar significativamente o movimento. Por isso, é importante que os empresários acompanhem projetos futuros que possam beneficiar o seu negócio, por meio dos planos diretores da prefeitura municipal”, frisou Castro.

Em relação aos passivos existentes, o consultor considera que deve haver uma negociação particular entre as partes. Porém, vale destacar, qualquer passivo, seja contábil, trabalhista ou ambiental, desvaloriza o empreendimento. “A existência de um passivo compromete a imagem do posto”, explicou Liliam.

“Afinal, se o estabelecimento deixou um passivo trabalhista, por exemplo, é porque sua relação com os funcionários não era correta. Consequentemente, a sua imagem pode estar desgastada. Por isso, a existência de qualquer tipo de passivo pode significar uma desvalorização muito maior do que o valor financeiro necessário para corrigir o problema”. http://www.fecombustiveis.org.br/revista

CCRE Desenvolvedora Imobiliária / Gestão Facilities - 55 11 2381 4409
Sua empresa busca imóvel industrial ou logístico? Construímos e alugamos pra você! A CCRE incorpora, identifica o projeto, financia, gerencia, aluga e administra condomínios industriais e logísticos.
Leia mais

Lista propriedades com sistema de busca e localização

CCRE Incorporadora e Administradora de Imóveis!

Lista Propriedades

Fale conosco

Ligue 55 11 2381 4409

Grupo Catena & Castro

Somos uma plataforma independente que desenvolve soluções inovadoras no mercado corporativo.